A arte de Fredo – Entrevista

Posted in Imagens e letras with tags , , on agosto 5, 2011 by olavosaldanha

.

.

Freedo estava no Chile quando o entrevistei, lá ele montou um bar onde recebe os amigos e aficionados pelo desenho. Nasceu em Santiago, capital. É um artista musical, pois também explora esta possibilidade e integra-a ao seu labor artístico.

Olavo SaldanhaComo foi o início na sua arte?

Fredo
Eu vivi arte durante toda a minha vida, mas só a partir dos 15 anos é que eu levei mais a sério.

Olavo Saldanha - Seu trabalho é único e cheio de criatividade. De onde vem a inspiração?

Fredo
Às vezes no simples descer pela rua, ao ouvir músicas, as idéias vem a mim, ou em fotos. Eu tenho que criar para manter a minha casa. Se há um tema específico que me interessa, eu começo a falar para mim mesmo internamente, fazendo metáforas, quase como escrever um poema em sua cabeça, mas com imagens.

Olavo Saldanha - Quais são as suas ferramentas?

FredoEu costumo usar o grafite, carvão, às vezes.

Olavo SaldanhaE suas referências na arte?

FredoAos 15 anos eu realmente amava Escher, depois vislumbrei outros artistas como Alex Grey, Beksinski, etc. No entanto, eu sempre tento manter as minhas próprias referências, e não um “Escher novo” ou algo assim.

Olavo SaldanhaComo o seu trabalho como artista e designer influência sua vida? Você acha que vê as coisas ao seu redor de forma diferente, por exemplo?

FredoAcho que todos nós vemos as coisas de maneiras diferentes, agora, em alguns pontos de vista parece uma coincidência. Depende apenas do foco de cada um.

Olavo Saldanha - Você mistura arte e música, criou agora um espaço de interação, como está a recepção do povo?

FredoA música é muito importante para mim. Eu também faço música, a idéia do desenho e da mistura de música é uma fusão muito agradável.
As pessoas sempre tiveram uma boa recepção ao que eu faço. Isso me motiva muito. Mas uma coisa que me motiva ainda mais é quando uma pessoa se vê em um trabalho, ou o aplica em sua vida.

Olavo SaldanhaQuais estilos de música do Fredo?

FredoEu fecho em grande estilo, mas posso citar que as bandas: Radiohead, The Mars Volta, Oceansize, Explosions in the Sky, Ferramenta, etc Muc.has mais

Olavo SaldanhaAlguma vez você já esteve no Brasil?

FredoNão, eu nunca estive lá. mas eu gostaria de ir.

Olavo SaldanhaOnde encontrar Fredo na web e no Chile?

FredoPodem vir ao meu blog:
drawingopenmythirdeye.blogspot.com
Ou a minha página no Facebook:
http://www.facebook.com/pages/Fredo-Art/301167301958
Eu fui ao letras e Imagens e gostei muito.

.

.
Imagens Aqui
(39 Imagens)

.

.

Referências de pesquisa: Site oficial de Freedo. Faceboock e demais espaços mantidos pelo artísta na web.

.

Outras propostas

.

assine o feed twiter

Débora Aguelo

Posted in Imagens e letras with tags , , , , on março 26, 2011 by olavosaldanha

.

.

Débora Aguelo é uma desenhista espanhola que faz verdadeiras obras de arte com o lápis. Ela começou estudando desenho industrial até se enveredar pela ilustração e cartunismo. Débora desenha e e lança suas obras na internet para venda.

O leitor pode achá-la no Facebook, no Devintart , no seu blog e até no ebay. Vale conferir os outros estilos que Débora domina com maestria.

.

Imagens aqui
(28 Imagens)

.

.

.

Referências de pesquisa: Site oficial de débora Aguelo (debora-aguelo.blogspot.com/). Profile de Débora Aguelo no Facebook (http://www.facebook.com/DeboraAguelo?sk=wall). Galerias da artista (18783.portfolio.artlimited.net/) (nabey.deviantart.com/).

.

Outras propostas

.

assine o feed twiter

Paul Brady

Posted in Imagens e letras with tags , , , on fevereiro 15, 2011 by olavosaldanha

.

.

 

Paul Brady e suas linhas impecáveis inaugura “DESENHO” a nova âncora do Imagens e Letras. Um espaço para os magos das ilustrações. Desenho a lápis é a primeira lição da arte e é nesse estilo que Paul passeia com destreza.

Paul é um inglês que vive na Espanha e, por incrível que pareça, a internet não é a sua principal ferramenta de marketing e, portanto, não possui uma legião de fãs digna do seu talento. Você pode encontrá-lo aqui, no flickr ou na sua casa na cidade de Javea, Costa Blanca, na Espanha.

Este espaço era muito esperado pelos entusiastas desta maravilhosa arte. Então, sejam bem vindos ao maravilhoso mundo das ilustrações.

.

Imagens Aqui
(28 Imagens)

.

.

.

Referências de pesquisa: Exposição oficial do artista Paul Brady (http://www.flickr.com/photos/pbradyartwork/). Paul Brady Art, exposição no devianART.

.

Outras propostas

.

assine o feed twiter

.


Hitler e a Arte

Posted in Imagens e letras with tags , , , on fevereiro 14, 2011 by olavosaldanha

.

.

o mostrar outras características que os famosos apresentam, encontramos fatos inesperados. Johnny Deep fica melhor como ator do que como cantor, isso é unanimidade. Mas quando falamos de Adolf Hitler, o que diríamos?

A história artística de Hitler é peculiar. Ele planejou tocar sua vida como um artista, no entanto, foi rejeitado no teste que fez para a Academia de Belas Artes de Viena. Mas ainda produziu quase 2000 peças, segundo a crítica, de baixo valor artístico, alcançando bons preços hoje, mais pelo valor histórico, a sua assinatura, do que qualquer outro detalhe. Muitos historiadores apresentam a personalidade do ditador cruel como uma criatura que emergiu da frustração da arte. Talvez esta interpretação venha do fato de que em 1935, Hitler ordenou que o Partido que localizasse e obtesse o maior número possível de suas pinturas. Muitos foram adquiridos a partir de cidadãos alemães. As imagens foram montadas e armazenadas em bunkers subterrâneos.

A arte em Adolf Hitler é algo dele que ninguém espera. Olhar o ditador e ver um artísta é muito incongruente e, de certa forma, assustador. Se em alguém tão cheio de ódio racial, há este lado suave, o quer dizer da possibilidade em cada um de nós? Ou que não vai voltar a acontecer as atrocidades?

Uma outra hipótese inesperada trouxe debate sobre a arte de Hitler. O diretor de um museu norueguês alegou recentemente ter descoberto caricaturas feitas por Adolf Hitler durante a Segunda Guerra Mundial. São esboços de personagens da Disney, anões de Branca de Neve e Pinóquio, como ele apareceu no filme em 1940. Caso se confirme, está estabelecida uma grande irônia histórica. O homem que assustou o mundo totalmente extasiado pelos desenhos de contos infantis.

.
Imagens Aqui
.

.

Outras propostas

.

assine o feed twiter

Randy Glass

Posted in Imagens e letras with tags , , , on fevereiro 14, 2011 by olavosaldanha

.

.

Um dos comentários mais usados pelos leitores que visitam as exposições de arte que postamos é “Eu queria ser como ele”. Tom Jobim e Vinícius expressaram este desejo diante das virtudes da mulher amada em “Se todos fossem iguais a você”. Seria bom ser distribuido para todos, as mesmas características que um outro tem, ou talvez nem tinha, mas se esmerou para ter. No entanto, a diversidade é o sabor dos relacionamentos e até da unidade. O nariz tem função diferente dos olhos, porém, colaboram para o mesmo corpo.
.
Seria monôtono se eu não tivesse a opção de postar um Randy Glass, pelo motivo simples de que eu só teria Willian´s Bouguereau´s, por exemplo. Então, deixe-me com a diversidade para apresentá-los o ilustrador do Wall Street Journal, que tem um trabalho totalmente feito à mão e não ocupa o computador em nenhum processo, é Randy Glass, mais conhecido internacionalmente por seus retratos de famosos usados nos editoriais do jornal.
.
Embora já tenha trabalhado com cores, há uma forte preferência por desenho em preto e branco, porque são geralmente destinados à reprodução por impressão. Ele já ganhou vários prêmios do Society of Illustrators e do Art Directors Club e trabalhou também extensivamente na indústria do cinema e televisão há mais de 20 anos.

.

Imagens aqui
(31 Imagens)
.

.
.

Outras propostas

.

assine o feed twiter

Desenhos Incríveis

Posted in Imagens e letras with tags , , on fevereiro 14, 2011 by olavosaldanha

.

.

Série “Desenhos Incríveis” fez muito sucesso, então, resolvi juntá-los numa só galeria. Desfrute dos desenhos mais incríveis, embebidos em pura realidade.

Quando pensamos que a criatividade encontrou o seu ápice, ela aparece mais espetacular do que nunca. A criatividade navega num mar de possibilidades e lança ondas intermináveis de criações. Não são simples desenhos, estes interagem com o artista e transformam-se, num misto de arte e realidade.

A históra conta que à medida que os conceitos artísticos foram, lentamente, durante a Antiguidade separando-se da religião, o desenho passou a ganhar autonomia e a se tornar uma disciplina própria.

Não haveria, porém, até o Renascimento, uma preocupação em empreender um estudo sistemático e rigoroso do desenho enquanto forma de conhecimento. A partir do Século XV, paralelamente à popularização do papel, o desenho começou a tornar-se o elemento fundamental da criação artística, um instrumento básico para se chegar à obra final.

Da Vinci foi a personalidade antiga que mais nos deixou fundamentos de como o desenho é importante para a criação, a sua representação do homem vitruviano, é um dos desenhos mais vistos da história.

.

Imagens Aqui

(26 Imagens)

.

 

.

Outras propostas

.

assine o feed twiter

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.